Símbolos das Olimpíadas

significado símbolos das olimpíadasConheça agora o significado dos símbolos das Olimpíadas.

São no total cinco: bandeira olímpica, tocha olímpica, lema olímpico, hino olímpico e mascote olímpico.

Veremos a partir de agora o significado símbolos das Olimpíadas e as suas interpretações.

Simbolismo e Significado Símbolos das Olimpíadas

Bandeira Olímpica

A Bandeira Olímpica é o principal e mais conhecido símbolo das Olimpíadas. Ela foi criada no ano de 1913, mas infelizmente não foi apresentada durante o primeiro evento olímpico.

Quem a criou foi um francês por nome de Pierre de Frédy (1863 – 1937), e conhecido popularmente como Pierre de Coubertin. Ele também foi o criador do Comité Olímpico Internacional – COI.

A Bandeira Olímpica é composta por Cinco Anéis de cores diferentes que se entrelaçam e possui um fundo na cor branca.

Este formato representa o entrelaçamento e união de todos os continentes e cada cor também simboliza cada um desses.

Dessa forma, visto de cima para baixo e da esquerda para direita, as cores dos Anéis correspondem:

  • Azul: Europa
  • Preto: África
  • Vermelho: América
  • Amarelo: Ásia
  • Verde: Oceania

A ideia de Pierre de Frédy era restaurar os valores humanitários e universais da sociedade através do esporte.

Pensava ele em sensibilizar as pessoas para aceitar e respeitar as diferenças que existem entre as sociedades e as nações.

O que mais motivou o criador da Bandeira Olímpica foi o fato de que naquele início de século existiam muitos países com regimes totalitários o que gerava situações conflituosas entre as nações.

Os jogos assim serviriam como uma forma de unir as nações  e induzirem a superar aqueles discursos nacionalistas e totalitários que só geravam o ódio e a contenda.

Leia Mais >  Gueixa

Tocha Olímpica

A tocha olímpica é também um dos símbolos das Olimpíadas e sua utilização foi feita inicialmente nas corridas para que se pudesse iluminar o caminho por onde os corredores passariam.

Com o fogo das tochas os vencedores acendiam fogueiras como em uma homenagem a Zeus.

Sobre este fato é importante destacar que os esportes eram considerados como verdadeiros treinamentos para guerra, e tudo era feito como tributo a Zeus.

Interessante destacar que Olímpia é uma cidade grega onde aconteceu pela primeira vez nos Jogos Olímpicos, e isso data do ano de 776 a.C.

Para manter a tradição, sempre que acontece a realização das Olimpíadas em um país, a tocha olímpica é acesa em Olímpia, e é dever dos atletas conduzirem a tocha até o país onde esteja realizando o evento.

Por todo o evento a tocha permanece acesa como que indicando uma chama que nunca se apaga. Dentro dessa ideia existe um importante objetivo de cunho internacional.

Para as Olimpíadas esse objetivo é atingir a paz e a razão, e possui um motivo para isso: É que na Grécia se estivesse havendo alguma guerra, a paz voltaria reinar durante todo o período de realização da Olimpíadas.

Lema Olímpico

Como parte dos símbolos das Olimpíadas existe o lema criado por Henri Didon (1840-1900).

Esse lema significa “mais rápido, mais alto, mais forte”, e na sua língua original é escrito da seguinte forma “Citius, Altius, Fortius”.

A citação remete para a vontade de superar os obstáculos, de ser rápido, alto e forte o suficiente para chegar cada vez mais longe.

Hino Olímpico

As Olimpíadas também possuem o seu próprio hino. Ele foi composto na Grécia antiga por um grego chamado Spiro Samara.

Foi apenas no ano de 1958 que este hino passou a ser entoado sempre no início e no término dos Jogos Olímpicos.

Leia Mais >  Coringa

Mascote Olímpico

Ao contrário da Bandeira, da tocha, do lema e do hino olímpico, o mascote Olímpico não é permanente, mas deve sempre haver a cada nova edição das Olimpíadas.

O mascote é um dos símbolos deste evento esportivo e deve ser criado especificamente para cada edição. Em seguida deve ser submetido ao comité olímpico para ser aprovado ou não.

O países que sediarem as Olimpíadas poderão criar o mascote para o evento. É permitido que sejam utilizados personagens e objetos comuns no país sede.

Exemplo é o que aconteceu durante as Olimpíadas ocorridas no Rio de Janeiro, no ano de 2016. Na ocasião foram criados dois mascotes: um se chamava Tom e o outro Vinícius.

Ele fazia referência a dois personagens brasileiros conhecidos: O Tom Jobim e o Vinícius de Moraes.

Cada um mascote tinha atribuições específicas, por exemplo, o Tom representava a flora brasileira. Já o Vinícius, era o representante da fauna do Brasil.

E então, já ficou a conhecer o significado Símbolos das Olimpíadas e os seus diferentes simbolismos, desde históricos, religiosos, etc…?

Deixe nos comentários abaixo a sua opinião ou dúvida sobre o conteúdo do artigo.


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *