Símbolo de Fisioterapia

símbolo da fisioterapia significadoFisioterapia é uma ciência da saúde cujo papel é ajudá-lo a recuperar o máximo de suas habilidades físicas para que você possa realizar suas atividades diárias, fazer um trabalho, praticar um hobby ou um esporte, e isso, dependendo da sua condição e seu potencial de recuperação.

Assim, promove a sua independência, permitindo que você permaneça ativo em sua vida pessoal e social.

Símbolo de Fisioterapia (Significado)

O símbolo do curso de fisioterapia é basicamente constituído por duas serpentes entrelaçadas. Uma da esquerda para a direita e a outra no sentido oposto. Ambas em volta de um raio.

O significado remonta a ideia do conhecimento e sua transmissão através de onde menos se espera.

Serpentes

No caso, as serpentes simbolizam o antídoto que é retirado do próprio veneno do animal. A serpente que é vista sempre como um animal que causa repulsa na maioria das pessoas mas que são responsáveis pelo doença e pela cura ao mesmo tempo.

Raio

O raio dourado representa um tipo de instrumento divino.

Se levarmos para o cristianismo seria algo relacionado a luz, ou seja, a inspiração que traz o conhecimento.

Se levarmos do ponto de vista de outras crenças, podemos dizer que o raio está ligado a força do Deus do Trovão Thor, na mitologia nórdica e a Zeus na Mitologia Grega, ambos dotados de muito conhecimento.

Cores

As serpentes são verdes, que é uma cor bastante óbvia para serpentes, porém, nesse caso, a cor traz a ideia de sabedoria, uma vez o verde é ligado ao conhecimento e à esperança em algumas crenças.

O raio é dourado, para dar a ideia de luz mesmo. A luz que seria a inspiração e a busca pelo eterno conhecimento e a perpetuação do mesmo.

Há muitas leituras diferentes em relação ao símbolo de fisioterapia, mas, o mesmo já foi adotado há muitos anos, desde os primeiros cursos de graduação na área.

E então, já ficou a conhecer o significado símbolo da fisioterapia e os seus diferentes simbolismos, desde históricos, religiosos, etc…?

Deixe nos comentários abaixo a sua opinião ou dúvida sobre o conteúdo do artigo.


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *